logo

Matricule-se agora

Conheça os detalhes do curso de inglês ABA Online

Inscreva-se para receber ofertas especiais






Tire suas dúvidas conosco

contato@abaonline.com.br

7 estratégias para aprender inglês sozinho

7 estratégias para aprender inglês sozinho

Sempre que digo que aprendi inglês sozinha, a reação das pessoas é geralmente de surpresa, seguida de um “Nossa, parabéns, você deve ser muito inteligente“. A realidade é que, na verdade, foi tudo bem mais simples do que parece. Hoje eu vim para compartilhar algumas das estratégias que usei quando estava aprendendo. É claro que, se eu tivesse feito um curso de inglês, teria tido bem menos problemas com a parte gramatical. Além disso, é bom lembrar que nenhuma dessas estratégias faz com que alguém vire fluente da noite para o dia.

Comecei a me interessar pelo inglês aos nove anos. Hoje em dia tenho vinte e dois, e sou professora de inglês, mas de lá até aqui, muito tempo e muuitos aprendizados se passaram. Vale ressaltar também que essas estratégias podem não funcionar para todo mundo, mas funcionaram para mim, e talvez possam funcionar para você também. Então aqui vão elas:

1. Aprender e traduzir músicas em inglês

Uma coisa que funciona maravilhosamente no aprendizado da língua inglesa é aprender (e quero dizer REALMENTE aprender) letras de músicas em inglês. Sabe aquele site com várias letras e traduções de músicas internacionais? Pois é, ele pode ser seu melhor amigo. Decorar letras de música em inglês, mesmo que você não entenda cem por cento dela, te deixa familiarizado com aquelas palavras, e como pronunciá-las. E, vamos combinar, nada pior do que querer cantar uma música a plenos pulmões, mas não saber a letra, né? Procurar entender o que você está cantando (olhando as traduções) também é essencial para que, aos poucos, você adquira vocabulário. Eu geralmente alternava entre pesquisar a tradução ou se arriscar a traduzir sozinha, geralmente com um dicionário do lado.

2. Ver filmes legendados sempre (e muitas séries)

Em plena era Netflix, assistir a filmes e séries é quase uma regra para uma boa convivência com os amigos. No entanto, para dar um up no seu inglês, está na hora de agarrar a pipoca e abandonar as dublagens.

Ver filmes legendados é um ótimo exercício de listening, e além disso, com legendas em português, dá para adquirir bastante vocabulário. Ao prestar atenção no que está ouvindo, aos poucos você vai captando certas frases ou palavras que vão se repetindo em filmes diferentes. Se o seu nível de inglês for um pouco mais alto, vale a pena tentar trocar a legenda para inglês. Assim, além de praticar o listening, você pode ver a grafia das palavras e praticar o seu reading também.

3. Ler muito. Mesmo que você entenda muito pouco do que está lendo.

Saber ler bem é essencial para o bom entendimento de uma língua e com inglês, não é diferente. Uma das maiores reclamações que ouço de pessoas que estão começando a estudar inglês é que elas não conseguem entender o que estão lendo. O meu conselho é: just keep reading!

Todo mundo precisa começar de algum lugar. Se você não se sente pronto para ler um livro, procure se habituar a ler outras coisas. Revistas, textos pequenos, blogs estrangeiros. Outra boa dica é procurar ler um livro que você já leu em português. Assim, mesmo se você não entender de cara tudo que está lendo, você não vai ficar totalmente perdido na história. E se você, como eu, é desses que não aguenta ficar parando a leitura o tempo todo para procurar o significado de uma palavra, manter uma listinha de anotações ao lado é uma opção mais rápida. Um outro bom exercício é tentar inferir o significado de uma palavra pelo contexto.

4. Treine a escrita.

Escrever, assim como ler, é imprescindível no aprendizado de uma segunda língua. Praticar a escrita em inglês, nem se fala, é essencial! Não precisa ser nada formal ou obrigatório, como redações para correção de professor, mas sabe aquele diário, ou mesmo sua agenda de anotação de exercícios e afazeres? Experimente escrever em inglês. Coisas simples, como escrever sua listinha de compras ou desabafar no seu diário no final do dia, podem te ajudar muito a testar o seu conhecimento e sair daquela rotina de só escrever na tarefa do curso de inglês – e digo por experiência própria!

5. Se habitue ao inglês no dia a dia.

Coloque configurações de celular, computador, e todos os seus eletrônicos em inglês. Isso te ajuda a se habituar com a língua, tornando-a mais natural para você. Além disso, também é válido procurar seguir nas suas redes sociais pessoas de outros países. Pode ser aquele famoso internacional que você curte – tipo aquele crush do filme – ou mesmo pessoas que postam coisas do seu interesse. Assim, sempre que você abrir suas redes sociais, você pode treinar o seu inglês ao ler o seu feed.

6. Fale sozinho.

Quem disse que não dá para treinar seu speaking sozinho? Se você está começando a aprender inglês, falar sozinho vai te ajudar muito!

Eu costumava inventar histórias mirabolantes, e tentava contá-las para mim mesma em inglês. Quando eu travava em alguma palavra que eu não sabia como dizer, eu parava e ia procurar no dicionário. Isso me fazia perceber quais palavras eu ainda não sabia, e acabei adquirindo algum vocabulário com isso. Sem contar que era ótimo para treinar a pronúncia das palavras. Se você não curte a ideia de inventar diálogos aleatórios na cabeça, é uma boa ler um trecho de um livro em voz alta, ou assistir um filme repetindo as falas dos personagens Pra ser sincera, já até ouvi histórias de gente falando com cachorros! Well, it’s up to you.

7. Se dedique a estudar gramática também.

Por fim, é sempre bom a gente dar um gás na gramática. A minha recomendação é que você procure fazer um curso de inglês até o fim, pois esse é o melhor jeito de aprender a gramática da língua. Afinal de contas, nenhuma dessas estratégias funcionam se não soubermos como funcionam as estruturas da língua, certo? Ter uma gramática de inglês em casa, ou outros livros didáticos é sempre bom, mas se você tem condições, diria que a combinação de aulas, exercícios e acompanhamento de um professor, somado à essas estratégias acima, são o melhor caminho. Agora é sua vez de colocar essas ideias em prática! E aí, qual dessas estratégias você acha que combina com você?

3 Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website